Mais

    Flamengo desconcentrado

    Publicado em:

    Apesar de abrir o placar em 50 segundos, a equipe do Flamengo na noite de ontem, frente ao Juventude, fora de casa, se mostrou desligado e por pouco não perde mais uma.

    Mas, o que tirar de mais uma partida da equipe B?

    Nível não poderia ser mantido

    Segundo o treinador, Dorival Júnior, o nível que a equipe rubro-negra estava implantando antes dos títulos, não poderia ser mantido até o final da competição.

    E isso é verdade, a equipe se mostrou muito desligada no jogo, onde os gols do Juventude saíram justamente em situações bobas.

    Logo no começo a equipe marcou o gol, em uma jogada onde o coletivo contou muito e Matheuzinho fez o gol.

    Entretanto, a pinta de que iria rolar ali uma goleada, foi por água abaixo.

    Depois do gol a equipe criou muito pouco, jogadores da base que vinham se destacando em outros confrontos, como Matheus França e Victor Hugo, ficaram apagados no confronto.

    Cebolinha, foi um dos poucos que se destacou, nas arrancadas, mas, sem vida fácil na hora de criar jogadas.

    No final, a equipe pouco produziu no lado esquerdo do campo.

    Até o sistema defensivo não funcionou

    O sistema defensivo, que vinha tomando poucos gols, acabou cometendo dois erros no fim da etapa, entre os 35 e 42 minutos.

    Com uma linha adiantada, a defesa não esperava que Paulo Henrique pudesse passar em velocidade, não dando chances para Hugo e marcando.

    No segundo gol, Cebolinha acabou não conseguindo bloquear, e mais uma vez, Paulo Henrique, conseguiu cruzar.

    Pablo do Flamengo, que viu Paulo Henrique passar por ele no primeiro gol, distraído não viu Jadson se antecipar e marcar.

    É bem verdade que o segundo gol tinha tudo para Hugo pegar, se ele não estivesse em um posicionamento errado.

    Nem tudo foi ruim para o Flamengo

    Apesar de estar em ritmo de férias, os jogos estão sendo aproveitados para testar o elenco e assim conhecer novas peças para a próxima temporada.

    Essa peça, saiu do banco e veio do Ninho do Urubu, seu nome é Valera.

    Varela Foto: Luis Felipe Duque Estrada Gracia / Pera Photo Press

    O jovem garoto mostrou que pode ser uma opção interessante para 2023, com movimentos rápidos, ultrapassagens e passes precisos, melhorou a qualidade do jogo.

    Inclusive, o jovem deve ser o substituto de Rodinei, que não deve continuar na equipe no próximo ano.

    Leia também: Trio elétrico do fla


    Publicidade
    1xbet

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Em destaque

    Qual é o esporte mais caro do mundo?

    Em nossa sociedade atual, o esporte desempenha um papel fundamental na promoção da saúde...

    Flamengo no Topo: O Líder Incontestável no Ranking de Premiações de Clubes

    O Flamengo no topo e continua a deixar sua marca indelével não apenas nos...

    Flamengo: A Ascensão de Pulgar

    Erick Pulgar, o meio-campista chileno, tem sido o protagonista da mudança de realidade no...