Mais

    O Papel do Atacante do Flamengo

    Publicado em:

    No futebol, a presença de atacantes de qualidade é de extrema importância para o sucesso de uma equipe. No caso do Flamengo, Gabigol e Pedro assumem o protagonismo no ataque rubro-negro.

    No entanto, nos últimos jogos comandados por Jorge Sampaoli, os centroavantes têm perdido um pouco de destaque, com apenas 4 gols marcados nos últimos 17 gols da equipe.

    Neste artigo, vamos analisar o papel desempenhado por eles, o desempenho recente da dupla e a força coletiva que vem se destacando no Flamengo.

    O Desempenho de Gabigol e Pedro

    Nos últimos 10 jogos, Gabigol e Pedro marcaram apenas quatro gols, o que representa uma queda no desempenho ofensivo da dupla. É importante ressaltar que eles atuaram juntos como titulares pela última vez há um mês, no empate contra o Cruzeiro. Desde então, Sampaoli tem optado por escalar apenas um centroavante por partida, o que pode ter influenciado no rendimento dos jogadores.

    Neste período, Gabigol foi titular contra o Fluminense, enquanto Pedro, atacante do flamengo, não foi utilizado. Posteriormente, Pedro ganhou a oportunidade no ataque em alguns jogos, como contra Vasco, Racing e Bragantino, e marcou em dois dos três confrontos. Contra o Grêmio, Gabigol iniciou como titular e foi substituído por Pedro no segundo tempo. Esses dados mostram que Sampaoli tem feito mudanças nas escalações e busca explorar diferentes combinações no ataque do Flamengo.

    As Características de Pedro e Gabigol

    As características individuais de Pedro e Gabigol são levadas em consideração por Sampaoli ao definir a escalação. Enquanto Pedro é mais eficiente na área, com bom aproveitamento em jogadas de pivô e finalizações, Gabigol é mais versátil, atuando fora da grande área e participando da articulação de jogadas. Essas diferenças são importantes para o técnico argentino na tomada de decisões em relação à formação titular.

    A Contribuição dos Centroavantes no Ataque

    Analisando o desempenho geral do Flamengo no Brasileirão, a equipe possui o melhor ataque, com 24 gols marcados. Entretanto, apenas 21 desses gols foram feitos com Sampaoli como treinador. A dupla Gabigol e Pedro marcou apenas cinco desses 21 gols, representando apenas 23,8% do total com o técnico argentino no comando.

    CentroavanteJogos (como titular)GolsAssistênciasMinutos (min/jogo)
    Gabigol14 (todos)621386 (99 min/jogo)
    Pedro14 (12 como titular)901030 (73,5 min/jogo)

    No entanto, se ampliarmos a análise para todas as competições, durante os 70 dias de trabalho de Sampaoli, Gabigol e Pedro contribuíram com 15 dos 37 gols do Flamengo, ou seja, 40,5% do total. É válido mencionar que em 2022, eles foram responsáveis por 42% dos gols marcados pelo time, mostrando a importância da dupla na temporada anterior.

    A Força do Ataque Coletivo

    Apesar do destaque individual de Pedro, é importante ressaltar a força coletiva do Flamengo no trabalho de Sampaoli. Ao todo, 15 jogadores diferentes já marcaram pelo menos um gol sob o comando do treinador argentino. Isso mostra a diversidade e a capacidade do time em criar jogadas e balançar as redes.

    JogoAutor do gol
    Flamengo 2 x 0 ÑublensePedro (2x)
    Internacional 2 x 1 FlamengoGerson
    Flamengo 8 x 2 MaringáThiago Maia, Pedro (4x), Gabi, Gerson e Everton Cebolinha
    Flamengo 2 x 3 BotafogoLéo Pereira (x2)
    Racing 1 x 1 FlamengoGabi
    Athletico 2 x 1 FlamengoGabi
    Flamengo 2 x 0 GoiásPedro e Everton Ribeiro
    Bahia 2 x 3 FlamengoMatheus França, Gabi e David Luiz
    Fluminense 0 x 0 Flamengo
    Flamengo 1 x 0 CorinthiansLéo Pereira
    Ñublense 1 x 1 FlamengoGabi
    Flamengo 1 x 1 CruzeiroAyrton Lucas
    Flamengo 2 x 0 FluminenseArrascaeta e Gabi
    Vasco 1 x 4 FlamengoPulgar, Gerson, Pedro e Ayrton Lucas
    Flamengo 2 x 1 RacingWesley e Victor Hugo
    Flamengo 3 x 0 GrêmioEverton Cebolinha, Pedro e Bruno Henrique
    Bragantino 4 x 0 Flamengo
    Santos 2 x 3 FlamengoEverton Cebolinha, Everton Ribeiro e Erick Pulgar

    No meio-campo, jogadores como Gerson, Thiago Maia, Pulgar, Victor Hugo, Everton Ribeiro e Arrascaeta têm contribuído com gols. No ataque, além de Gabigol e Pedro, nomes como Cebolinha, Bruno Henrique e Matheus França também têm se destacado.

    Conclusão

    Em conclusão, o Flamengo tem se destacado pelo seu ataque coletivo, com diferentes jogadores contribuindo para o sucesso ofensivo da equipe. Embora os atacantes do flamengo tenham perdido um pouco de protagonismo nos últimos jogos, a diversidade de opções no elenco tem permitido ao treinador explorar diferentes combinações e estratégias.

    A presença de centroavantes de qualidade é fundamental para o sucesso de qualquer equipe, e no caso do Flamengo, Gabigol e Pedro desempenham um papel importante. As características individuais de cada jogador e as variações táticas implementadas por Sampaoli são elementos-chave para a tomada de decisões em relação à escalação.

    É importante ressaltar que o desempenho individual dos centroavantes não deve ser visto isoladamente, mas sim em conjunto com a força coletiva da equipe. O Flamengo tem demonstrado uma capacidade ofensiva significativa, com vários jogadores contribuindo com gols e jogadas importantes.

    Portanto, o sucesso do Flamengo não deve ser medido apenas pelos números individuais de Gabigol e Pedro, mas sim pela força coletiva da equipe como um todo. O trabalho de Sampaoli em promover uma maior diversificação das opções de ataque tem sido um fator determinante para o desempenho positivo do time.


    Publicidade
    1xbet

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Em destaque

    Athletico x Flamengo: Onde Assistir ao Vivo, Horário e Escalações – Copa do Brasil 2023

    Preparamos um guia completo para você não perder nenhum lance do jogo decisivo entre...

    Memes do Flamengo x Fluminense na Copa do Brasil

    Ah, o Fla-Flu. Uma das maiores rivalidades do futebol brasileiro. E como toda boa...

    Que Jogadores do Flamengo Sobem ou Descem Após a Queda na Libertadores

    No cenário esportivo do Flamengo, a recente eliminação nas oitavas de final da Libertadores...